Preso por querer fazer greve de fome, Anna Hazare foi libertado e começou esta sexta-feira o seu jejum público, numa derrota pesada para o Governo. Os jovens indianos acreditam ser “a mudança”.

Há décadas que a Índia não saía à rua como nos últimos dias, em protesto contra a prisão de Anna Hazare, um activista anticorrupção detido depois de recusar as condições que o Governo lhe impôs para fazer uma greve de fome pública. Afinal, a indignação contra a cultura da corrupção estava lá, nos estudantes, nos agricultores, nos funcionários públicos. O braço-de-ferro entre os políticos e este activista de 74 anos e parecenças físicas com Ghandi transformaram essa indignação silenciosa em grito.

Fonte: Publico.pt

Anúncios